Sistema de rádio controle e receptor

1 de abril de 2010

Embora a Futaba seja uma das marcas mais famosas juntamente com a JR (ambas Japonesas) depois de muita pesquisa optei por comprar um Spektrum (Americano). Isso devido ao ótimo preço dos rádios e a confiança que ganhei neles quando trabalhava com robôs, usando 2,4GHz, ao invés dos 72MHz ou 75MHz tradicionais(com aquelas antenas gigantes). É um rádio muito seguro, cheguei a testar bastante um DX5e (5 canais) e mesmo simples é muito funcional.
Mas qual rádio da Spektrum escolher?
Neste projeto eu necessitava de um sistema mais completo de rádio, com mais opções e programável, pois eu ainda tenho alguns planos para o projeto que necessitarão de canais extras. O Rádio de 7 canais da Futaba era ótimo para o cargo, chaves com mola, dual-rate, programação simples, entre outros, porém o preço era proibitivo e eu não estava encontrando a versão de 2,4GHz, fora que os receptores são muito caros quando se precisa de mais de 1.
Assim, depois de alguma pesquisa opitei por um DX6i da Spektrum, entretanto durante minhas investigações e consultas ao Dudu Evristow, Leandro Sigma e ao Paruvitu fui informado que o antigo DX6 era melhor que o DX6i por alguns motivos que me fogem a memória agora, porém encontrar este rádio antigo não estava fácil (nem usado, nem no Ebay!). Assim cheguei à conclusão que seria melhor subir um degrau, pegando um DX7, que é um ótimo rádio e eu ainda poderia usá-lo em outros projetos futuros. Procurar este rádio no Ebay é sacanagem... Os preços são ótimos, mas importá-lo não vale à pena. O que você vai pagar de impostos sobe tanto o preço que mais que dobra. Fiquei algumas semanas pesquisando por ele até que encontrei um sendo vendido no Mercado Livre, usado, porém muito bem cuidado. O preço era incrível, porém ele estava com o plástico da antena trincado e sem o receptor e os servos (era de um antigo aeromodelista). Mesmo assim ainda estava com um preço muito bom e depois de umas reviravoltas e me certificar de que era o melhor negócio, comprei-o.
Adorei o rádio, estava realmente bem cuidado, e tinha todas as funções que eu queria. Coloquei a bateria e fui testá-lo (mesmo sem o receptor) queria ver como era a programação dele e display.  Brinquei com ele alguns poucos minutos quando a bateria acabou do nada, então coloquei para carregar. Dia seguinte tirei o sistema da tomada e tudo o que eu via na tela ao ligar era:  
“Backup error”
Meu! A partir daí começou uma guerra que durou mais de 2 meses e muito sangue!!
Descobri que apenas alguns raros rádios deste modelo (de um lote “X”) tiveram este erro de programação da Bios e que poderia dar "Bug" ao acabar a bateria sem desligar. A desgraça é que o último dono o usou por anos e não teve o erro e foi dar logo na minha mão! PQP!!!!!
E depois de ocorrido o erro, nunca mais! O rádio trava! Testei todo tipo de mandinga, manha, código secreto, bruxaria, feitiço, macumba e nada! Acreditem, se acontecer com você não tem solução, já era. Assim a única opção é levá-lo a uma autorizada para que a manutenção seja feita e o erro corrigido (que nos EUA é de graça, mas aqui é outra história). Porém caro leitor, só existe uma loja no Brasil que arruma isso, a Diniz Esteves, o que complica tudo.
Enviei emails tentando contacta-los em vão, nada de respostas. Até que resolvi ligar na loja que fica em Belo Horizonte, só ai comecei a ter retorno. Enviei o rádio para lá através de uma amiga. Ai ocorreu outro acaso fatídico, a garota por problemas próprios infelizmente não pode voltar,  só muito tempo depois conseguiu deixar o rádio na loja. Ufa!
Em algumas semanas ele ficou pronto e a antena foi também trocada, maravilha. Mas ficou salgado, sendo que era só re-instalar o software da Bios e trocar uma antena. Fazer o que.
Mais alguns dias de espera e o rádio finalmente chegou. Aleluia!
Nesta, eu já havia comprado o receptor, e ele já havia chegado. Também, depois de tanto tempo de espera.

Fui à procura de receptores e como queria pegar um receptor que também fosse compatível com as competições de robôs, optei por um BR6000 simples e funcional.
Comprei no Ebay e chegou direitinho, ótimo preço. Dica do Leandro Sigma (Valew Leandro).
Como a bateria original do DX7, que já é ruim, estava zoada eu teria que comprar outra, porém depois de um papo com o Paruvitu mudei de idéia, passei para uma de Lítio-Polímero. Muito mais durável e leve, adquiri pela Hobbyking. Como já estava pegando outras coisas por lá na época (servos, conectores, etc...), aproveitei a carona do frete e juntei tudo. Esta bateria dura muito, vale à pena. Ótima mesmo!
Por fim consegui ter o sistema de rádio completo, é um ótimo produto. Pena o sistema de manutenção de rádios aqui no Brasil ser tão ineficiente e os preços tão proibitivos.
Grande abraço e até a próxima.

2 comentários:

Céguiiin 6 de abril de 2010 16:22  

Ao vivo essa historia eh melhor!

Wurs 6 de abril de 2010 18:18  

HAHahahahah !
É que no Blog não tem como eu imitar a voz do tecnico da loja e nem fazer milhares de caretas e sons!
Perde um pouco a graça!
:D

Sobre a Oficina

A Oficina foi especialmente criada para servir como canal de divulgação e incentivo a projetos "DIY". (Faça você mesmo!)
Aqui será registrado o andar de alguns trabalhos meus, espero que sejam úteis e possam instigar outras pessoas a também iniciar seus próprios projetos. Entretanto, ocasionalmente pode aparecer alguma coisa estranha aqui, fora do tema. Um devaneio ocasional...
Enfim... Nada mais normal

  © Free Blogger Templates Nightingale by Ourblogtemplates.com 2008 EdiTed aNd MoDiFIed by Wurs

Back to TOP