Cabeamento elétrico e conectores.

27 de julho de 2011

Hoje é dia de trabalhos elétricos!
Já que para soldar conectores maiores, como os de bateria (Deans, XT60, etc...), o meu tradicional ferro de solda de 30W passava apuros. (É muito metal para esquentar e nesta ou fica uma “solda fria” ou tem que esquentar tanto o conector que o plástico fica mole e os pinos acabam tortos.) 
Resolvi finalmente investir em um ferro mais Violento! Agora, mãos a obra.

E vamos jogar tudo na mesa! Meu processo criativo não funciona muito bem com tudo arrumado, pra ter idéias tem que espalhar as coisas na mesa, olhar pra elas e deixar a solução aparecer.
Eu tinha que deixar; receptor, baterias e chaves, dentro da caixa. Mas teria que sair com um monte de fios dela. Nesta, perderia a vedação da tampa. Pra vedar este punhado de fios só enchendo tudo de silicone, ou seja, uma meleca só.
Foi ai que tive uma boa idéia:
Reuni todos os fios que deveriam sair, e montei todos em um “bloco de conectores”. Este bloco será fixado na parede da caixa e resinado pra garantir a vedação. Assim, precisando de tensão da bateria ou um canal livre, é só conectar nos soquetes da caixa.
O mais impressionante é que a montagem de conectores ficou com a mesma altura. Uma grande coincidência os conectores de servos empilhados terem a mesma altura de um XT60 (bateria) ou de dois JST empilhados.
Depois de colar os plugues, terminei todas as ligações elétricas, isolei e testei tudo. Afinal este conjunto vai ser resinado na caixa, e depois disso não tem volta. Assim já deixei alguns canais extras e conectores para uma futura instalação de faróis.

Caixa de baterias pronta:
Agora já é possível admirar como ficou o trabalho final.

 
Não é um sistema feito pra ser imerso na água, mas tomei todos estes cuidados, pois pelo menos tem eu agüentar umas poças d’água sem reclamar, hehehe.
Aqui já está o sistema todo plugado no motor!
Não tenho fotos da adaptação do motor, mas adicionei a sua lateral o relé de partida, uma chave para interromper o funcionamento do motor (em caso de algum problema, servirá mais como segurança) e uma alavanca para acionar o afogador (mais usada quando o motor SECA o tanque :p).

Por hoje é só e até a próxima!
Wurs

5 comentários:

Marcos Passos 9 de agosto de 2011 17:03  

Muito, muito fera! A minha parte eletrônica ficará dentro do veículo, então acredito que não terei muito problema com vedação. Que resina que você usou? Onde posso achar para comprar?

Abração!

Wurs 10 de agosto de 2011 22:19  

Fala Marcos, usei uma resina da HobbyKing, veja neste Link:
http://www.hobbyking.com/hobbyking/store/uh_viewitem.asp?idproduct=8460&aff=109336
Abração
Wurs

Marcos Passos 11 de agosto de 2011 11:30  

Não se acha isso por aqui com algum nome tupiniquim?

Abraços!

Marcos Passos 11 de agosto de 2011 11:31  

Ah! Li no anúncio: "Epoxy". Isso não é a mesma coisa que Araldite?

Wurs 11 de agosto de 2011 14:31  

É praticamente a mesma coisa que a Araldite de cura em 24 horas. Porém o custo deste pote de resina comparado com a bisnaguinha da Araldite é enorme!!!! A Araldite deve custar umas 10x mais caro.

Sobre a Oficina

A Oficina foi especialmente criada para servir como canal de divulgação e incentivo a projetos "DIY". (Faça você mesmo!)
Aqui será registrado o andar de alguns trabalhos meus, espero que sejam úteis e possam instigar outras pessoas a também iniciar seus próprios projetos. Entretanto, ocasionalmente pode aparecer alguma coisa estranha aqui, fora do tema. Um devaneio ocasional...
Enfim... Nada mais normal

  © Free Blogger Templates Nightingale by Ourblogtemplates.com 2008 EdiTed aNd MoDiFIed by Wurs

Back to TOP